Pescadores do Bembe e Ambuila ganham embarcações

Uíge – Cinco embarcações para pesca continental foram entregues nesta quinta-feira, na localidade do Vale de Loge, município do Bembe, província do Uíge, às cooperativas de pescadores dos municípios de Ambuila e Bembe.

As embarcações, com motores adaptados à pesca artesanal, possuem redes diversas, rolos, balanças, caixas térmicas para conservação do pescado, boias flutuadoras e coletes salva vidas.

As embarcações foram entregues pela ministra das Pescas e do Mar, Victória de Barros Neto, durante o lançamento do projecto de Assistência Técnica para pesca e utilização responsável dos produtos piscícolas nas comunidades ribeirinhas continentais.

O projecto é financiado pela FAO e visa transformar os municípios do Bembe e Ambuila em regiões de desenvolvimento da pesca continental, no quadro do programa de combate à fome.

Ao intervir na cerimónia, a ministra referiu que a província do Uíge pode ser uma região extremamente importante na produção piscícola, não só para abastecer o mercado local, mas também outros mercados, e também para exportar para os países vizinhos, RDCongo e Congo.

Referiu que o projecto visa permitir que as famílias tenham mais rendimento para melhorar a sua qualidade de vida, pois o sector das pescas está identificado pelo Executivo como sendo uma área de negócio, no quadro da diversificação da economia.

Por outro lado, a ministra das Pescas e do Mar, Victoria de Barros Neto, apelou aos jovens da região a formarem-se nas áreas das pescas, de modo a dinamizar o sector pesqueiro do no país.

“Nós temos várias escolas, e queremos que os jovens se formem nesta área das pescas, que é uma área que pode ser muito promissora para o país”, disse a Ministra.

Na ocasião, a ministra das Pescas e do Mar e o governador local procederam ao lançamento da primeira pedra para a construção, no Vale de Loge, de uma plataforma com maior capacidade de conservação do pescado e venda de equipamentos para a pesca continental, financiado pela FAO

O governador Mpinda Simão, que presenciou o lançamento do projecto, garantiu que os meios entregues, às cooperativas de pescadores, vão permitir produzir mais e melhor aumento da produtividade, da renda familiar para melhorar a condição de vida das famílias.

Por sua vez, o representante da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), em Angola, Mamadu Diallo, referiu que o projecto de desenvolvimento da pesca continental lançado vai abarcar toda a cadeia de produção, nomeadamente, a captura, pós captura, transformação e comercialização do pescado.

O projecto de Assistência Técnica para a pesca e utilização responsável dos produtos ribeirinhos é financiado pela FAO em Angola,

A localidade de Vale de Loge, município do Bembe,  dista a 216 quilómetros a norte da cidade do Uíge e é habitada maioritariamente por camponeses que produzem amendoim, mandioca, batata doce, nhame, banana,  feijão, milho,  gergelim e outros.

Via Angop

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*