Polícia do Bungo dispara as costas do cidadão Chiquinho

Por Alfredo Dikwiza

Uíge, 30/05 (Wizi-Kongo) – Chiquinho, jovem cidadão residente na vila do Bungo, 78 quilómetros a norte da cidade do Uíge, foi disparado na última terça-feira (26) as costas por um agente efectivo do comando municipal local da polícia nacional, soube hoje, sábado o Wizi-Kongo, fonte da família.

Chiquinho que encontra-se em vida, recebe tratamento no hospital municipal do Bungo, desde às 20 horas do dia 26 do mês em curso, momento em que foi barbaramente alvejado nas mediações da sua casa, cujo autor do disparo até ao momento não foi identificado, sublinhou um dos parentes do Chiquinho, que, se mostra revoltado pela forma como o jovem foi disparado.

O bárbaro acto aconteceu próximo da bomba de combustível do General Kanza, bem na sede da vila do Bungo, avançou, tendo sublinhado que, o mais agravante nisto tudo é que as evidencias apontam que um suposto agente fez o disparo, porque o jovem esteve na rua aquelas horas, isto é, 20 e, que, foi confundido de gatuno.

Segundo o que a família ouviu próximo do comando municipal é, que, o polícia fez o disparo passando que fossem marginais, já que Chiquinho estava em companhia de mais três outros jovens, sabendo que na circunscrição do Bungo este mês foi assassinado um jovem taxista por marginais, que, chegaram ao ponto de receber o carro, então, o polícia ao ver os quatros jovens a andar a intenção era de os afugentar, mas a bala atingiu as costa de um deles, quando na verdade os mesmos estavam em passeio.

Chiquinho, é residente na rua b, próximo à agência de gás (Mangoma), cuja família pede que a justiça seja feita ao infractor. Obviamente, o Wizi-Kongo fez de tudo para ouvir os superiores hierárquicos do agente que disparou o Chiquinho, mas sem êxitos.

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.