Governador morre na flor da idade com pujança de contribuir no Uíge/Angola

GOVERNADOR DO UÍGE, SÉRGIO LUTHER RESCOVA. FOTO: PEDRO PARENTE

Por Alfredo Dikwiza e Jeremias Kaboco

Uíge, 09/10 (Wizi-Kongo) – Sérgio Luther Rescova Joaquim, governador provincial do Uíge, morreu hoje, sexta-feira, aos 40 anos de idade, na cidade de Luanda, na clinica Girassol, vítima de doença. Uma morte na flor da idade da pele, que deixa por terra toda sua pujança que demostrava no dever de contribuir para o desenvolvimento da região, em geral de Angola.

Desde o momento que fora evacuado de emergência da província do Uíge/Luanda, o malogrado não chegou de apresentar um estado animador de saúde, inspirando sempre cuidados intensivos na clínica privada Girassol, local onde esteve internado até a data da sua morte, concretamente, hoje, por volta das 18 horas, apurou, Wizi-Kongo, de fonte próximas do governo provincial do Uíge.

Horas depois da sua morte, o presidente da República de Angola, João Lourenço, endereçou uma nota de condolências em seu nome, onde apresentou os mais sentidos sentimentos a família enlutada e de todo executivo. A sua morte, deixa um vazio maior no seio do partido, na assembleia nacional, no executivo central e provincial.

Nascido aos 16 de Maio de 1980, no município da Damba, 1997 quilómetros a norte da cidade do Uíge, Sérgio Luther Rescova Joaquim, fora licenciado em Direito pela Universidade Católica de Angola, Mestre em Ciências Jurídico-Políticas pela Faculdade de Direito Agostinho Neto de Angola, docente na cadeira de Ciências Política e Direito Constitucional pela Universidade Católica de Angola.

Ingressou nas fileiras da JMPLA, em 1998, em Luanda, tendo dado seu contributo para crescimento da mesma organização política e, é, eleito, em 2009, como 1º secretário nacional da JMPLA, aos 29 anos de idade, num mandato de quatro anos, reconduzido para o mesmo cargo em 2013 e 2017, foi membro do Conselho da República, membro do Comité Central e do Birrou Político do MPLA.

Entretanto, em 2012 é eleito deputado a assembleia nacional e, de Janeiro de 2019/Maio/2020 é nomeado para assume o cargo de governador da província de Luanda e em Maio deste ano é nomeado para o mesmo cargo na província do Uíge, em substituição de Mpinda Simão. Porém, permaneceu no Uíge, pouco menos de cinco meses.

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.