Inspirados nos Habilidosos, os Parte Pernas (PP)/Classe Dura (DC) nasce no Candombe-Velho

Foto: Jeremias Kaboco| WK, grupo "Habilidosos" nas intalações do SIC/Uíge.

Por Alfredo Dikwiza

Uíge, 29/11 (Wizi-Kongo) – Parte Pernas (PP), ou simplesmente, Classe Dura (CD), é a denominação do novo grupo de delinquentes que nasceu no bairro Candombe-Velho, cujas acções assemelham-se com as dos Habilidosos, atacando as vítimas com catanas, facas, mocas, machados, entre ouros instrumentos, tal como aconteceu na manhã deste domingo (28/11), apurou, hoje, segunda-feira, Wizi-Kongo, no local.

Mamãe me chorou”, “Troco de Cem” e “Maya Buda”, são, agora os nomes sonantes dos líderes deste grupo, que, saíram às ruas neste domingo, todos mascarados e foram fazer retalhações na casa do “mano Gimba”, tendo desferido fortes golpes de catana, mas por sorte, conseguiu escapar dos mesmos.

Entretanto, a fúria dos PP é de sentirem-se limitados em praticar as suas acções de roubo, através da existência de um outro grupo de defesa da zona, os autoproclamados, Turma do Apito (TA). Preferencialmente, actuam nas zonas das igrejas Simão Toko, Unida Metodista Pentecostal, Católica e Anglicana Unida, locais com ruas mais movimentadas pelos moradores do bairro. Porém, a TA, criado para defender a zona dos delinquentes, em colaboração com as forças da ordem e segurança, agora, vê os seus integrantes, sendo perseguidos pelos Parte Pernas. Há dois meses, numa briga de ajustes de contas entre dois grupos rivais do bairro Candombe-Velho, Habilidosos e Bokoharam, generalizou medo, insegurança e pavor no seio da famílias do município do Uíge, dada a forma de como os Habilidosos posteriormente começaram actuar à luz do dia andando em grupo pelas demais ruas arrumados de catana, armas de fogo, machados, paus, entre tantos outros instrumentos, cujo incorporava adolescentes de ambos os sexos e adultos.

As acções do referido grupo, perderam poder depois da detenção do seu líder, Panzo Pula, pelos efectivos do Serviço de Investigação Criminal (SIC/Uíge), bem como de outros integrantes e das armas de fogo que usavam. E, durante os últimos dois meses, aquele bairro diminuiu o índice da delinquência, apesar de, um outro grupo, maioritariamente de adolescentes, “as Bad Chandon”, seduziam os homens e por último acabavam por lhes assaltar. Este grupo, foi desmantelado, igualmente, pelos efectivos do Serviço de Investigação Criminal local e, concomitantemente, apresentados as demais instancias de justiça, colocando, deste modo, o bairro Candombe-Velho, como o mais intranquilo, entre os que compõem a periferia da cidade do Uíge.

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.