Polícia Nacional no Uíge carece de meios de transporte

Uíge – O Comando Provincial da Polícia Nacional do Uíge carece de meios de transporte para as sua diligências, situação que dificulta a execução das suas acções operativas com o grau de prontidão e eficácia exigida.

Essa constatação foi feita, quarta-feira, pelo segundo comandante-geral da Polícia Nacional, comissário chefe Paulo Gaspar de Almeida, após reunião com os membros do conselho de direcção e comandantes municipais da corporação da província do Uíge.

Segundo Paulo Gaspar de Almeida, a falta de transporte na corporação torna as acções da polícia mais lenta e retira a capacidade de se atingir determinadas localidades e posições.

Informou que a sua visita à província do Uíge faz parte de um programa da Polícia Nacional para constatar o estado de trabalho, organização, funcionamento e garantir assistência as unidades da corporação do país.

“Também viemos ao Uíge para dar alguns conselhos em termos de trabalho e apresentar novos métodos de funcionamento da Polícia Nacional”, ressaltou.

Apesar da carência de meios de transporte do efectivo da polícia do Uíge, Paulo Gaspar de Almeida considerou a situação na região controlada e com baixos níveis de criminalidade.

Fez saber que a corporação vai trabalhar no sentido de munir a polícia do Uíge com novos meios de transporte, no sentido de melhorar os seus serviços.

Durante a sua estada de 24 horas na província do Uíge, Paulo Gaspar de Almeida teve um encontro com o governador local, Pinda Simão, com quem abordou a situação de segurança e combate á criminalidade na região.

Via Angop

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.