População do Quica pede apoio de semente de mandioca

Uíge – Os camponeses das povoações do Quica e Matuta, 15 e 18 quilómetros a norte da cidade do Uíge, pediram hoje ao governo local para elaborar um plano para introdução de uma nova espécie de semente de mandioca, para substituir a que já existe que está a ser atacada pelos vírus de “mosaico”.

Em declarações à Angop, o agricultor Eugénio Felipe explicou que a espécie actual de mandioca no princípio desenvolve melhor, mas depois começa apodrecer e secar as pontas das folhas.

Por esta razão, solicita ao Governo, no âmbito do seu programa de desenvolvimento rural, que apoie os camponeses com novas sementes de mandioca.

Por sua vez, Juliana João Bocolo disse que os camponeses necessitam de apoio dos técnicos agrónomos para ajudarem no combate do vírus de “mosaico” da mandioca.

O agricltor Victor Alexandre defendeu igualmente a necessidade de um plano de governo em dar nova semente de mandioca a população do Quica e Matuta, com vista o fomento da produção de mandioca na região.

Por seu turno, o director provincial da Agricultura no Uíge, Eduardo Gomes, disse que a melhor forma de combater o vírus de “mosaico” de mandioca é distribuir nova semente de mandioca aos camponeses das área afectadas.

Adiantou estar em curso o levantamento de todas as áreas afectadas pelo vírus, com vista a se  encontrar uma melhor solução.

Via Angop

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.