VIH/Sida mata mais de 50 pessoas

Uíge – Cinquenta e oito pessoas morreram por HIV/Sida, de Janeiro a Setembro do corrente ano, na província do Uíge, contra 60 outras de igual período de 2016, afirmou sexta-feira o supervisor provincial de Luta contra a Sida, Benjamin Mazinga.

Em declarações à Angop, a margem da marcha de solidariedade pelas vítimas e doentes de HIV/Sida, o técnico de saúde disse que no mesmo período foram testadas 70 mil e 795 pessoas com mil e 87 casos positivos, contra 51 mil 626 testadas em 2016, que resultaram em 817 casos positivos.

Entretanto, jovens de diversas organizações que trabalham na luta contra a sida, técnicos de saúde, assim como doentes com HIV percorreram as diversas artérias da cidade do Uíge, numa marcha iniciada no largo do governo provincial e culminou na Praça da Independência.

Os participantes à marcha apelaram, em slogans, a necessidade do respeito, atenção, solidariedade e não a marginalização das pessoas infectadas com a doença.

A distribuição de panfletos com medidas de prevenção e conselhos para que os infectados procurem os serviços de saúde correspondente, assim como distribuição de preservativos, marcou ainda a data dedicada à solidariedade com os doentes do Sida.

A directora provincial da Saúde do Uíge, Madalena Adolfo, exortou a população da região a mudança de comportamentos e primar na prevenção contra a doença.

Via Angop

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*