Angolanos e sul-africanos juntos no “Moda Uíge”

Estilistas nacionais e sul-africanos expuseram, no fim-de-semana passado, as suas criações, num evento denominado “Moda Uíge” e que visou saudar os 101 anos da cidade do bago vermelho.O evento decorreu de 1 a 8 de Julho e contou com a presença de dezenas de modelos, que desfilaram com trajes africanos para realçar a criatividade dos criadores africanos, bem como a cultura bakongo, na qual se integra a província do Uíge. Sob o lema “Raízes Bakongo, as galas foram promovidas pela agência de produção King Model´s Angola, numa realização da empresa Josiveira e Filhos”.

Foram distinguidos com troféus e diplomas de mérito os estilistas que mais se destacaram durante o presente ano. Os prémios se estenderam aos criadores literários, académicos, músicos, operadores de câmaras, radialistas, criadores de eventos, apresentadores, marcas do ano, grupos teatrais, promotores de eventos e DJ’s, entre outras figuras que se notabilizaram nos últimos meses. O estilista Adilson Alfredo, que se deslocou da África do Sul com modelos daquele país, através da agência angolana de moda Hadja Model´s, ficou impressionado com o potencial cultural da província do Uíge. “A cultura e a moda Uíge são uma maravilha”.

O produtor da gala, Petelo Bengui Bernardo Bambi, disse que o objectivo foi trocar experiências entre estilistas de outros pontos da província e do exterior, para a promoção da cultura do Uíge, assim como mostrar as potencialidades culturais da província, descobrir novos talentos, resgatar os valores culturais e inculcar na mente da juventude a importância da conservação da realidade cultural da região. As fotos são do repórter Filipe Botelho.

V

ia JA

Comentário
37596225_988965537930020_6035810054664355840_o.jpg

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*