Batsîkama lança “Tokoismo” no Congresso Internacional na Universidade de Lisboa

Realiza-se o Congresso Internacional sobre “Angola: os legados do passado, os desafios do presente”, nos dias 14 e 15 de Novembro de 2017 na Universidade de Lisboa.

Patrício Batsîkama vai apresentar a sua comunicação na Terça-feira, dia 15 de Novembro, com tema “Tokoismo. A Filosofia da Libertação”, as 9h30. Essa comunicação consiste na sua última obra, com mesmo título, publicada pela Solwidi editora, numa tiragem de 3000 exemplares em Novembro de 2017. De acordo com o autor, a visão filosófica do Tokoismo consiste na “Dialéctica das verdades contrárias”. Associa-se a posição de Simão Toko com a “Teoria da Complexidade” de Edgar Morim, a “Filosofia da Libertação” em Simone Weil e Enrique Dussell.

O historiador e filósofo Patrício Batsîkama faz uma revisão crítica sobre a História do Tokoismo, reconstrói alguns conceitos teológicos/filosóficos e classifica o pensamento de Simão Toko como a
“higiene ontológica” que determina o comportamento do ser humano.

Em declaração à Imprensa, o autor informou que o livro está dividido em duas partes. A primeira intitula-se “Para uma Teologia Tokoista”, com cinco capítulos. A segunda parte intitula-se “Filosofia da Libertação” com quatro capítulos. O livro conta com 370 páginas.

Para o professor Pierre Diasson que escreveu nota de apresentação, “Patrício Batsîkama… lança o desafio aos fiéis tokoistas saírem dos bunkers cognoscitivos para um debate urbano aberto”.

Patrício Batsîkama é licenciado e mestre em História, Doutorado em Antropologia e Pós-Doutoramento em História e Ciências Políticas. É autor de vários artigos e livros, contando com uma dezena de conferências internacionais.

Ver: carta aceitação Patrício CIPRIANO (1)

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*