Fábrica de colchões no Uíge reduz produção

Uíge – A fábrica de colchões “Vimo Indústrias”, do município de Negage, 37 quilómetros da cidade do Uíge, sede capital da província, reduziu este ano a produção de 450 para 200 colchões/dia, devido à escassez de matéria-prima, derivado da falta de divisas no país.

Segundo o responsável da fábrica, Mohamad Ballita, a unidade fabril possui uma capacidade de fabrico de mil colchões/dia, mas a escassez de divisas no mercado para aquisição de matéria-prima tem condicionado a sua produção, atingindo actualmente os níveis mais baixos.

Apontou ainda  como outro factor da baixa produção, a redução em 2016 do número de trabalhadores de 45 anteriores, para 12 actuais.

Explicou que a fábrica esteve paralisada em 2015, devido à falta de matéria-prima, causada pela escassez de divisas, no mercado local, tendo retomado a produção em 2016.

A fábrica foi inaugurada em 2011 e possui uma área de produção, corte, forros e de venda.

Via Angop

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*