Professores são capacitados em metodologia de investigação

Por Nicodemos Paulo

O Instituto Superior de Ciências da Educação (Isced) do Uíge terminou, ontem, um ciclo preparatório de professores do primeiro e segundo ciclos do município de Negage, sobre as novas metodologias de investigação e ensino nas diferentes áreas do saber, com vista a potenciar a actividade   docente/pedagógica.

A acção formativa, que foi antecedida pela capacitação de docentes e estudantes do Isced,  que decorreu durante cinco dias, foi ministrada  por  professores angolanos.

O director adjunto para a área Científica do Isced, Mona Panzo, disse que o seminário se enquadra num “processo de ensino dinâmico e transversal”, para que os professores se habilitem permanentemente e saibam os métodos mais recentes do processo de investigação e ensino.

“Muitas vezes, encontramos professores com fascículos elaborados há dez anos e outros que nem sabem ligar ou desligar um computador. Portanto, o professor não deve limitar-se aos conhecimentos adquiridos no seu tempo de estudante, tem  de se actualizar através da rádio, jornais, televisão, internet e frequentar  bibliotecas para estar sempre bem informado e inovar-se, pois, deste modo as suas aulas não serão meras repetições mas produção do saber”, recomendou Mona Panzo.

Acrescentou que os professores devem tornar as  aulas agradáveis e atractivas, utilizando os mais variados métodos de ensino para que os alunos tenham gosto pela matéria e estejam  motivados a frequentar à escola .

Mona Panzo encorajou a realização de tarefas extraescolares de várias índoles, pois, como disse, o trabalho do professor não se esgota na sala de aula.

Durante a formação , os participantes abordaram a responsabilidade social do docente-pesquisador, compromissos éticos no exercício profissional, princípios metodológicos e científicos e importância dos manuais escolares previamente elaborados.  Os docentes debateram ainda a metodologia científica no desenvolvimento intelectual aplicado ao ensino e o reconhecimento das pequenas iniciativas de pesquisa.

A postura do professor na sala de aula, o domínio da matéria a ministrar e actualização permanente sobre diversos assuntos do quotidiano, privilegiando a área de actuação também constaram entre as questões debatidas.

Via JA

Comentário
37596225_988965537930020_6035810054664355840_o.jpg

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*