Sentença do ex director do gabinete provincial da educação no Uíge será conhecida esta quarta-feira

Manuel Zangala, antigo director do gabinete provincial da educação do Uíge.

Por Jeremias Kaboco

Uíge, 18/05 (Wizi-Kongo) – Sentença do antigo director do gabinete provincial da educação no Uíge, que recentemente foi exonerado do cargo, Manuel Zanga, será conhecida nesta quarta-feira (19) no tribunal da comarca do Uíge.

Duzentos e setenta e três milhões, cento e noventa e nove mil e trezentos e cinquenta kwanzas (273.199.350,00) é o valor desviado dos cofres do estado angolano pelo antigo director do gabinete provincial da educação no Uíge, Manuel Zangala, que começou a ser julgado no pretérito dia (05/04), através do tribunal provincial.

Nesta audiência serão produzidas as provas só depois a leitura da sentença, pelos crimes que foi imputada, o antigo dirigente da educação no Uíge arisca com uma moldura penal entre oito à doze anos de prisão efectiva e a restituição de valores a favor do estado.

Mas, destes crimes, Zangala não cometeu sozinho pois contava com as colaborações de seus comparsas, nomeadamente, Faustino Carolino Pedro e Abel Kissoki, respectivamente, antigo chefe de departamento do património do gabinete provincial da educação e o sócio-gerente de empresa pertencente aos arguidos, que, por sua vez, facilitava a prática de crimes de peculato na qualidade de cúmplices na falsificação de documentos e nas práticas de crimes de participação económica e negócios.

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.