Saco de arroz “baixo” interessa uigenses do que o discurso à nação do PR

Por Alfredo Dikwiza

Uíge, 15/10 (Wizi-Kongo) – Há poucas horas do discurso à nação do presidente da república, João Lourenço, os angolanos residentes na província do Uíge, na sede capital da região com o mesmo nome, estão mais interessados em verem o saco de arroz “baixo”, em conjunto com outros produtos da cesta básica, de acordo com as promessas feitas pelo Executivo, que determinou baixar os preços a partir do dia 15/10/2021, hoje, no caso.

Nesta de manhã, ouvidos pelo Wizi-Kongo, os citadinos foram unanimes em admitir que, dada a situação clara da fome que assola as famílias provocado pelo elevado preço dos produtos que compõem cesta básica, interessa pouco ouvir o discurso do presidente da república e, sim, notar a alteração dos preços baixar, a exemplo, do arroz, óleo alimentar, massa alimentar, entre outros, cujo dia da promessa, é chegado, hoje.

O que adianta ouvir um discurso brilhante, por mais que seja o melhor do mundo, estando de estômago vazio”, questionou um dos entrevistados, Paulo Adolfo. “É hora de o nosso Executivo pôr em prática as promessas que sempre faz aos angolanos, principalmente da comida, estamos famintos, os preços da cesta básica há cada dia que passa, sobem”, atira, Domingos Pedro.

Até ao momento da reportagem do Wizi-Kongo, os preços da cesta básica, mantém os seus preços, ou seja, não notou-se alteração algum, pelo que, a expectativa é enorme no seio dos uigenses em ver por prática, as promessas manifestadas pelo Executivo angolano em baixar tais produtos até o dia 15 do mês e ano em curso, em todo o território nacional.

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.