Posto de registo eleitoral no Songo verifica enchente

Imagem de arquivo

Songo – Os munícipes do Songo (Uíge), que por várias razões não actualizaram os seus cartões eleitorais e os de novo registo, estão afluir ao posto fixo criado na vila da circunscrição para o efeito.

Numa ronda efectuada hoje, quarta-feira, pela Angop, no posto fixo montado na administração municipal, constatou-se que alguns cidadãos esperaram os últimos dias para cumprir com o seu dever de cidadania.

Quando faltam apenas dois dias para o término do registo eleitoral a cifra subiu de 30 para 200 pessoas que são atendidas por dia pelos brigadistas que funcionam no mesmo posto.

A chefe da referida brigada fixa, Sofia Dionísia, disse à Angop que, nos últimos dias, houve período em que num dia só apareciam cinco a dez cidadãos, mas quando só restam dois dias o posto está a registar 150 a 200 pessoas por dia.

O responsável frisou ter-se percorrido já todos os bairros da periferia da vila e nas 81 aldeias que compõem o município do Songo, bem como fez-se também a repescagem, acrescentando sentir-se surpreendida pela enchente que está a se registar no posto.

O soba do bairro Bau II, José Lopes Bengui lamentou igualmente pelo facto de só agora muitas pessoas estarem a afluir aos postos, acrescentando qu muito trabalho de mobiização foi efectuado com a transmissão da mensagem aos moradores e, muitos, por negligência somente agora estão a afluir aos postos para se registarem.

A autoridade tradicional aproveitou a oportunidade para reforçar o apelo a todos que ainda não se registaram para aproveitar os poucos dias que faltam para o fim do processo.

O jovem Garcia Bernardo Simões, de 22 anos de idade, que somente actualizou nesta quarta-feira disse que o atraso deveu-se pelo facto de se deslocar constantemente para a sede municipal e quando os brigadistas fossem a aldeia estava sempre ausente, mas mostrou-se feliz por estar habilitado ao exercício de voto.

Quem também só se registou hoje é o cidadão Elias Nunes Gomes, de 35 anos, que disse encontrara-se incomodado, mas ainda assim, por faltarem poucos dias, deslocou-se ao posto de actualização e registo eleitoral para habilitar-se a eleger os futuros dirigentes do país.

Entretanto, segundo dados apurados pelos responsáveis locais do referido processo, até ao dia 22 deste mês 30.072 cidadãos já estavam aptos para o exercício de voto, dos quais 19.366 são actualizações, 4.328 outros cidadãos pediram a 2ª via dos cartões e 6.315 outros novos registos.

A nível do município do Songo estão presentes cinco partidos políticos com assento no parlamento, nomeadamente, MPLA, UNITA, FLNA, PRS e CASA-CE.

O município do Songo possui uma região de 2.800 quilómetros distribuídos por uma comuna (Quinvuenga), 13 regedorias, 81 aldeias e 14 bairros, conta com uma população de 62.362 habitantes, segundo os dados do Censo/2014.

Via Angop

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.