A Liga dos Veteranos de Guerra de Libertação de Angola pretende criar cooperativas agropecuárias no Uíge

Liga dos Veteranos de Guerra quer apostar na pecuária Fotografia: Arimateia Baptista | Edições Novembro

A Liga dos Veteranos de Guerra de Libertação de Angola (Livega) tem em carteira diversos projectos com vista a melhorar a condição social dos seus assistidos, informou ontem, em Luanda, o seu presidente de direcção.

Cristóvão Quina afirmou que a Livega  pretende criar cooperativas  agropecuárias  nas localidades de  Maquela, Damba e Sosso na província do Uíge, numa extensão de 40 hectares em cada  circunscrição.
Disse que  essas cooperativas, além de  se dedicarem à criação de gado bovino e caprino vão estar igualmente viradas para o cultivo de mandioca, feijão,  batata doce e  rena, banana e ginguba.

Cristovão Quina  destacou que  estão  também em carteira a criação de cooperativas  de  pescas  na província do Namibe e  no município de Porto Amboim (Cuanza-Sul), assim como  a organização de  associações comerciais nas províncias do Uíge, Cuanza-Sul, Luanda, Huambo, Benguela e Cabinda.
A criação de cooperativas  de artes e ofícios, centros de  formação profissional e a construção de quiosques para a prática do comércio precário constituem outras acções  que a Livega  tem  programadas para o quarto trimestre do ano em curso.

Vai, de igual modo,  implementar acções visando a melhoria das condições de habitabilidade para os seus associados, levando a cabo a construção de  projectos habitacionais.Em relação aos  meios necessários  para a  implementação dos projectos,  apontou  a aquisição de  cinco máquinas agrícolas, viaturas todo o terreno, carrinhas e isotérmicas.

Via JA

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*