Governo analisa situação sanitária na província

Uíge – Uma reunião que visou a análise da situação sanitária da província juntou hoje, quarta-feira, nesta cidade, o governador Pinda Simão com os responsáveis locais do sector da saúde.

O encontro abordou aspectos ligados a recursos humanos, das ambulâncias, oxigénio,  médicos, saúde pública, medicamentos, cobertura sanitária, estatutos orgânicos dos hospitais e outras.

Ao falar na cerimónia de abertura, o governador provincial do Uíge, Pinda Simão, informou que a reunião visou encontrar melhores soluções para o desenvolvimento do sector da saúde a nível da região.

O governador reconheceu as dificuldades que o sector enfrenta, adiantou que outras situações já foram minimizadas,  sobretudo, a construção de várias infra-estruturas sanitárias nos municípios.

Disse que o Executivo angolano está a envidar esforços para os novos equipamentos de saúde nos municípios relacionados com os hospitais de referência.

Pinto Simão apelou igualmente aos responsáveis da saúde no sentido de engajarem-se em melhores soluções para a assistência sanitária da população.

Informou que a província recebeu nos últimos dias novos médicos especializados e que estão contribuir na assistência médica e medicamentosa a população.

“Estamos todos no mesmo barco vamos trabalhar em comum e cada um deve dar a sua contribuição para o alcance dos objectivos satisfatórios no domínio de saúde da população”, enfatizou.

Por sua vez,  a directora provincial da saúde no Uíge, Madalena Angelina Diogo disse que assistência médica da população na província é assegurada por 2.555 técnicos entre enfermeiros e médicos que labutam em 370 unidades de saúde, adiantando ser um número insuficiente, tendo em conta a extensão do território.

Médicos recebem viaturas no Uíge

Uíge – Dezasseis viaturas foram entregues hoje, sexta-feira, na cidade do Uíge, a novos médicos colocados nos municípios da província, num acto presidido pelo governador provincial, MPinda Simão.

A entrega das viatuaras ligeiras, com a lotação de cinco lugares, enquadra-se no âmbito de um programa do Ministério da Saúde que visa  melhorar a actividade de transporte desses profissionais.

Na ocasião, o governador Mpinda Simão assegurou que novos meios vão suprir as dificuldades com que se debatem os médicos colocados nos municípios da província do Uíge, no exercício das suas actividades profissionais sobretudo nas localidades com maior dificuldade de acesso, tendo em conta a complexidade da sua missão.

Lembrou que os os médicos têm uma missão especial em cuidar da situação sanitária da população para alavancar o progresso da região, dai a necessidade do Governo estar empenhado na criação de condições de trabalho para que estes exerçam o seu trabalho sem constrangimentos.

Pediu aos beneficiários a cuidar e a observarem a manutenção regular dos meios para que atinjam o tempo útil.

A directora provincial do Uíge da Saúde, Madalena Angelina Diogo, referiu que os meios ora entregues visam facilitar a locomoção dos médicos na assistência da população nas comunidades onde estão colocados e outras localidades com problemas das vias de acesso.

Adiantou que a província conta agora com 120 médicos entre nacionais e expatriados, dos quais 48 são novos, distribuídos pelos 16 municípios que compõem a província.

Via Angop

Comentário

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*