Hospital provincial começa a ser reabilitado este ano

Uíge – O hospital provincial do Uíge, a maior unidade sanitária da região, começa a ser reabilitado ainda este ano, no quadro de um programa que visa melhorar os serviços de assistência sanitária da população local, informou hoje, sexta-feira, nesta cidade, a ministra da saúde, Sílvia Paula Lutukuta.

A governante falou no final da visita que o Presidente da República, João Lourenço, efectuou ao hospital central, onde percorreu várias dependências daquela unidade sanitária.

Referiu que numa primeira fase a reabilitação será faseada, e vai abranger os serviços da pediatria e do bloco operatório, e posteriormente as outras dependências da unidade sanitária.

Reconheceu que o hospital provincial tem sido bastante pressionado nos serviços de pediatria, devido ao perfil epidemiológico da província, com o aumento de casos de malária, cólera e doenças diarreicas, na época chuvosa.

Avançou que será feito um trabalho de diagnóstico profundo de avaliação, dentro de 15 dias, entre o Ministério da Saúde e o da Construção para se definir as etapas da reabilitação.

A ministra destacou a visita do Presidente da República naquela unidade sanitária, o que permitiu o Chefe de Estado Angolano baixar orientações precisas para o início dos trabalhos de restauração ainda este ano.

“Foram deixadas orientações precisas depois de termos visitado as obras de reabilitação da pediatria e a área que devia ser concebida para o bloco operatório, e com o apoio e o trabalho integrado que o Executivo irá fazer será possível ainda este ano darmos os primeiros passos para a reabilitação deste hospital”, enfatizou a ministra.

Reconheceu que a instituição com mais de 70 anos, nunca beneficiou de trabalhos de vulto de restauração.

Acompanhado do governador provincial, Pinda Simão e da Ministra da Saúde Silvia Lutukuta, e de titulares de vários departamentos Ministeriais, João Lourenço, percorreu demoradamente as áreas de pediatria e do bloco operatório.

Anunciou ainda a realização de um concurso público para o ingresso no sector da saúde, dentro em breve, para sete mil 667 vagas em todo o país.

Após a visita, João Lourenço, entregou medicamentos diversos e material de bio-segurança ao hospital provincial para melhorar o atendimento dos doentes.

Via Angop

Comentário
37596225_988965537930020_6035810054664355840_o.jpg

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*