Lázaro Xixima não foi detido por falsificação de documentos, foi notificado para prestar declarações !

Antigo governador da província do Uíge, Lázaro Xixima.

Por António Capitão

 

 

 

 

 

Será que a PGR e a Imprensa entenderam bem a dita abertura que lhes foi dada pelo PR?

Fico muito triste com algumas situações conjuntas protagonizadas, em todo país, pela PGR e alguns órgão da comunicação social, em que faço parte de um deles, ao aniquilarem o tal propalado “segredo de justiça”.

Ora vejamos:

No meu Uíge os autocarros semeados no ano passado ainda (e nunca vão ser) não foram colhidos em quantidades triplicadas. A detenção do antigo director adjunto dos SIC se transformou coro de uma canção da boca do povo que até muitos começaram a vaticinar a detenção de tantos outros. No Uíge e Angola surgiram muitos ” Moros”, aquele que no Brazil mandou Lulas para a prisão.

Foi difamado que o PhD Manuel Zangala estava detido. Tudo mentira!!! Apenas foi notificado para pestar declarações. Vozes se ouviram a dizer que “amanha entra o Canica”.

Hoje deu para perceber os intentos dos “grupos de pressão” quando apanham a pata de um sistema judicial e da imprensa focados apenas a agradar (bajular) o novo inquilino do Palácio da Cidade Alta.

Como angolano conheço bem a nossa realidade e como vivem certos magistrados e jornalistas. Devo aqui relembrar uma frase de Adam Smith na sua célebre obra “A riqueza das Nações” em que afirma que “nenhuma riqueza é lícita”. Sendo assim, muitos que constituem os arguidos e os que difamam os arguidos nos medias também ostentam riquezas e bens luxuosos.

Onde e como os adquiriram? Não devem também serem investigados? Caso sejam, haverá celas para todos? Todo Governo/Executivo não teria de ser destituído? Os líderes e políticos dos partidos políticos não estaríam implicados?

Mas voltando a questões domésticas, fico ainda muito desolado ao ouvir e ver o conluio PGR/Imprensa uma peça jornalística “Ex-Governador do Uíge detido por falsificação de documento”. Aberração!!!

Desde 1991 que conheci o Sr. Lázaro Xixima a ser chamado respeitosamente por todos por ” Engenheiro Lázaro”. Hoje o querem transformar em falso engenheiro? Foram até a Ilha da Juventude, em Cuba, na Bulgária, comprovarem/investigarem que o Sr. Xixima não concluíu os seus estudos antes de o notificarem e chamarem o órgão exclusivo de Comunicação Social para publicar, difamar e atentar contra o bom nome, imagem e honra deste nobre SenhorSenhor? Pelo que lhe aconselho a exigir uma pesada indemnização pelos danos causados, visto que ainda ontem foi posto em liberdade, demonstrando não haver elementos probatórios sobre a acusação feita.

Outro caso que gostaria acoselhar para uma maior precaução e ponderação é a dos Professores da Univeridade Kimpa Vita. A denúncia perdura do ano passado. Será que os SIC e a PGR criaram um sindicância que se deslocou à todas instituições (em vários países) para confrontar ou apurar a veracidade da denúncia antes de levar a cabo esta febre da constiuição de arguidos?

Porque pode se dar o caso de não ser comprovada a acusação, em alguns casos, e voltarmos a ver estes docentes a lecionarem.

Quid uis?

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*