Milhões de kwanzas para iniciativas locais

Membros da sociedade civil apresentam planos de acção Fotografia: Joaquim Júnior | Uíge

Por Joaquim Junior

A Organização Não Governamental Aliança para a Promoção do Desenvolvimento da Comuna do Hoji-ya-Henda (APDCH) disponibilizou na semana finda, no Uíge, 7.142.857 kwanzas para financiar pequenas iniciativas de mulheres e outras organizações, que visam contribuir para o desenvolvimento local.

Mbuta Pascoal, coordenador nacional da APDCH, falando no acto de lançamento do concurso para aceder às subvenções, disse que os financiamentos se enquadram no âmbito da “Acção para o orçamento municipal mais inclusivo e democrático”, financiado pela União Europeia.

“A nossa organização trabalha com grupos de mulheres, através de acções de capacitação, e o apoio financeiro que disponibilizamos visa promover pequenas iniciativas destinadas a acções comunitárias, que visam estimular a participação cívica dos cidadãos, com foco no género e participação de mulheres, em políticas públicas específicas, com impacto sobre a redução da pobreza”, disse.

“Pretendemos facilitar a constituição de grupos comunitários nos bairros e aldeias, que promovam regularmente encontros para discutir os seus direitos e dos seus filhos”, disse Mbuta Pascoal, citando como exemplo assuntos sobre material didáctico, serviços de apoio às mulheres, acesso às terras e “imputs” agrícolas.
Pedro Branquima, técnico da APDCH que apresentou as modalidades de acesso aos pequenos financiamentos, sublinhou que o objectivo é potenciar as organizações de base na Região Norte do país, concretamente nas províncias do Uíge, Luanda e Zaire, para serem capazes de elaborar projectos e concorrer a financiamentos da União Europeia.

Via JA

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.