Universidade Federal de São Paulo vai a terreiro de candomblé dialogar sobre direitos humanos e lutas sociais

Organizado pelo Centro de Arqueologia e Antropologia Forense (CAAF), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Nzo Tumbansi – ILABANTU recebe dia 16/11(sábado), das 9h00 às 16h00 alunos do curso de especialização em “Direitos Humanos e Lutas Sociais” para dialogar sobre “O Papel da Comunidade de Terreiro no Processo de Construção de Identidade”, com participação de expositores do próprio Terreiro Nzo Tumbansi.

Evento busca articular os saberes emergentes das lutas com a produção acadêmica objetivando qualificar a trajetória e a atuação das várias militâncias e ativismos em direitos humanos. Destas lutas emergem um rico conhecimento em torno de concepções sobre uma vida digna. São saberes específicos, sobre o cotidiano das organizações, dos movimentos, das ações e da elaboração das formas de como lidar com as estruturas de violência históricas presentes na sociedade e, em especial, no Estado brasileiro. A isso se soma o conhecimento e papel da comunidade tradicional de terreiro no processo de construção de identidades, da história e dos conceitos de direitos humanos.

Objetivos:

O curso “Direitos Humanos e Lutas Sociais” objetiva promover a formação qualificada, em especial, de ativistas em direitos humanos. Busca-se compreender os processos de construção nos terreiros de candomblé e estratégias pelos quais os direitos se efetivam e suas múltiplas relações. Fomentar o percurso de aprendizagem apoiado na história do país, considerando sua estrutura capitalista, colonialista, patriarcal e escravocrata, o que implica em uma sociedade racista, feminicida e etnocida.

Amparar o conteúdo e a aprendizagem nos saberes específicos e locais oriundos das experiências de lutas sociais e de movimentos de direitos humanos, incluindo aí as comunidades tradicionais de terreiros de matrizes africanas.

A atividade será aberta pelo Tata Nkisi Katuvanjesi (Walmir Damasceno), dirigente tradicional do Terreiro de Candomblé Nzo Tumbansi e coordenador geral do ILABANTU e contará com a presença da Professora Doutora Raiane Patrícia Severino Assumpção, pró-reitora de Extensão e Cultura, o pró-reitor adjunto da Proec, Magnus Regios Dias da Silva, além de quatro professores do curso.

Serviço:

Tema: “O Papel da Comunidade de Terreiro no Processo de Construção de Identidade”
Local: Nzo Tumbansi – ILABANTU
Data: 16 de novembro de 2019
Horário: da 10:00 às 16:00 horas
Das 13 às 14:00 horas – Intervalo para Almoço
Rodovia Armando Salles, 5205 – Recreio Campestre – Itapecerica da Serra/SP

Via inzotumbansi.org

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.