Mesa-redonda sobre património de Mbanza Kongo

A terceira mesa-redonda internacional sobre Mbanza Congo, sob o tema “cidade a desenterrar para preservar”, realiza-se nos próximos dias 7 e 8 de Novembro, na capital da província do Zaire, no quadro dos esforços do Executivo angolano que visam a sua inscrição na lista do património mundial.

O facto foi anunciado à Angop pelo director provincial da Cultura do Zaire, Biluka Nsenga, tendo lembrado que o encontro surge em resposta às recomendações da primeira mesa-redonda realizada de 19 a 21 de Setembro de 2007 na antiga capital do Reino do Congo.
Para o efeito, uma delegação de 51 especialistas nacionais e estrangeiros chega um dia antes do início do encontro a Mbanza Congo, para participarem nos debates.
As delegações estrangeiras são oriundas dos Estados Unidos, Portugal, República do Congo Democrático, República do Congo, Gabão, Camarões e Cabo Verde. Os temas agendados estão sub-divididos em quatro painéis, nomeadamente, “O Reino do Congo, Evolução Histórica”, “O Centro Histórico de Mbanza Congo e o seu Património Material e Imaterial”, “Congo e a Diáspora”, e “Preservação do Centro Histórico de Mbanza Congo e os Novos Desafios”.
Membros do Executivo, políticos, deputados, académicos e estudantes entidades tradicionais e religiosas, representantes das forças de defesa, segurança e ordem pública e associações cívicas estão inscritos para participar na mesa-redonda dirigida pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.  O projecto “Mbanza Congo, cidade a desenterrar para preservar” foi lançado em 2007 na capital do Zaire pelo Ministério da Cultura, com a realização de uma mesa-redonda internacional que abordou a mesma temática.

Via JA

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.