Cidadão morre ao cair numa ravina

Imagem simbôlica

Uíge – Um professor do I ciclo do ensino primário, Domingos Afonso Boca, 48 anos de idade, morreu este domingo, no município de Kimbele, após ter caído numa ravina, na vila de Kimbele, quando pretendia escapar-se de ameaças de mordedura de cães vadios.

Em declarações hoje, à Angop, o comandante municipal da Polícia Nacional de Kimbele, superintendente Pedro José Makenene, disse que o docente pretendia ir carregar o seu telemóvel, às 19 horas de domingo, numa residência, tendo sido atacado por uma matilha, e pretendendo escapar-se dos cães, caiu numa ravina com 100 metros de profundidade.

Explicou que depois da queda, o docente fracturou os dois membros superiores e a coluna vertebral, tendo encontrado a morta imediata.

O malogrado, Domingos Afonso Boca, natural de Kimbele, nascido a 3 de Junho de 1969, deixa viúva e sete filhos.

Adiantou que nas últimas chuvas que se abateram na região, a erosão progrediu de forma assustadora em direcção ao centro da vila de Kimbele, tendo já destruído mais de 30 infra-estruturas, entre lojas e residências.

A ravina está situada a norte da vila de Kimbele, no troço entre vila sede da circunscrição e a Igreja Católica.

O município de Kimbele dista a 261 quilómetros a nordeste da cidade do Uíge, tem uma propicia a ravinas

Via Angop

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*