Escola em fusão de pau-a-pique e chapas funciona na sede de Kimbele

Por Alfredo Dikwiza

Kimbele, 14/10 (Wizi-Kongo) – Funciona uma escola primária de três salas de aulas, improvisada de pau-a-pique e chapas, erguida numa iniciativa dos moradores do bairro Kimuximita, um dos maiores da periferia da sede da vila de Kimbele, 260 quilómetros a nordeste da cidade do Uíge.

O referido bairro além de ser um dos maiores da sede de Kimbele, em termos de população, é também bastião do MPLA na localidade, pois na mesma circunscrição é proibido militantes de forças políticas opostas ao partido no poder, habitarem-no porque são expulsos do bairro pelo soba João Paxi, tal como acontecera com o represtante da CASA-CE, em Kimbele, Júlio André, que deixou a sua casa convencional, por fazer parte desta coligação partidária.

Mesmo sendo assim, disse hoje, segunda-feira, em Kimbele, ao Wizi-Kongo, um dos moradores do local, que, aquela comunidade nem pelo menos uma escola em condições foi erguida e, com isso, evitar que as crianças aprendam as lições nessa situação e os seus docentes nas mesmas condições para trabalhar.

A moda aos poucos vai pegando em Kimbele, no caso, a dos moradores construírem escolas para seus filhos, exemplo, na semana finda, os moradores da aldeia de Karcanini, aproximadamente 20 quilómetros da sede de Kimbele, foram obrigados em contribuír 1.000 kzs (mil kwanzas), cada pessoa, com objectivo da construção da escola naquela aldeia.

As folhas de chapas foram transportadas a cabeça pelos alunos e um dos professores, entre os três que na circunscrição labuta, que acompanhou o grupo de alunos da aldeia para sede de Kimbele e vice-versa, entretanto, Salvador dos Santos, que abordara um dos professores, o mesmo disse que taís práticas são frequentes nas escolas a nível do município e lamentou dizendo que “em tempo de paz e em pleno século XXI não é normal que os alunos de um país rico como Angola, estudem ao ar livre e sem condições de higiene e outros por debaixo das árvores”.

Nestas condições, citou, é difícil nos dias de hoje os alunos aprenderem da melhor maneira o que é ministrado, também no sentido inverso, os professores não conseguem transmitir, como deveria ser os conteúdos.

Constituído por três comunas, nomeadamente, Icoca, Kuango e Alto Zaza, 16 regedorias e 296 aldeias, habitadas por uma população estimada em 136 mil e 496 habitantes, o município do Quimbete, é situado a 261 quilómetros a nordeste da cidade do Uíge.

A população na sua maioria é camponesa que produz mandioca, banana, batata doce, milho, feijão, amendoim e muito mais.

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.