Angola deve reivindicar a criação do ritmo Rumba, diz Sebastião Kupessa

Sebastião Kupessa, Investigador angolano

O investigador angolano Sebastião Kupessa diz que a Rumba Congolesa devia chamar-se Rumba Ango-Kongolesa.

Kupesa, radicado há 30 anos na Suíça, diz que as autoridades angolanas deveriam reivindicar a criação do ritmo e valorizar os que migraram para o então Congo Belga, e desde Kinshasa ergueram os pilares de uma das sonoridades mais ouvidas em África

Kupessa argumenta que foram os angolanos que entraram, pela primeira vez, nos estúdios, e dominaram, durante cinco anos, a música congolesa.

Acompanhe a entrevista:

 

Via VOA

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.