Papy Tex acompanhado de Titica, vai recordar Pepe Kallé em Luanda

Por Sebastião Kupessa.

Com a produção de Tudilu Eventos, o cantor congolês de origem angolana, Papy Tex, vai reproduzir em palco, nos dias 18 e 19 de Janeiro de 2018, na piscina de Alvalade e no Jú Amor no bairro Palanca, respectivamente, canções da sua autoria, e não só, como de outros autores compositores do mítico agrupamento musical, Empire Bakuba, em especial do Pepe Kallé, o seu colega no grupo, falecido há quase 20 anos.

O cantor com uma das vozes mais românticas da rumba congolesa, está em Luanda desde o dia 21 de Dezembro do ano passado, em convite da Dona Monique, proprietária de um célebre Nigth-Club, com mesmo nome, num dos bairros perífericos de Luanda.

Em conversa com o Portal do Uíge e da Cultura Kongo, Wizi-Kongo, Papy Tex disse que sente-se feliz de visitar mais uma vêz o país das suas origens, a sua família biológica, em especial, a sua própria mãe que habita em Luanda há décadas e agradeceu a recepção calorosa que foi objecto na sua chegada na capital angolana.

Quem é o Papy Tex ?

O seu nome verdadeiro é João Matolu Dodé Mbizi, nasceu em Leopoldville aos 28 de Junho de 1952. Filho de João Mbizi e de Maria Saka, ambos naturais de Makela do Zombo, província do Uíge. O seu pai refugiou-se no Ex-Congo-Belga em 1928, onde conheceu e casou a sua mãe, divorciando-se um pouco tempo depois, o jovem João Matolu Dode, será criado pela segunda esposa do seu pai, Josephine Membo Matolu, de nacionalidade congolesa, em que o artista rende repetidas homenagens. A sua mãe biológica reside actualmente em Luanda. Papy Tex, o seu nome artístico, foi marido da falecida Lea, sobrinha do antigo Comissário Provincial do Uíge e deputado do MPLA, Emmanuel Norman “Nlamvu”.

Papy Tex é a vôz cristalina cheia de melancolia do Empire Bakuba, uma das vozes mais finas da Rumba congolesa. Autor-Compositor de talento, com o estilo próprio. Um dos raros que canta o romantismo, neste contexto, ele é um general de quatros estrelas, é por isso que a maioria dos seus fanáticos, são do sexo feminino.

A sua canção “Sango ya Mawa” foi plebiscitada como melhor em 1978.

Papy Tex é um dos fundadores do Empire Bakuba, um dos agrupamentos musicais de referência no negro continente e foi responsável durante a sua existência responsável pelas finanças do grupo. Foi o mais fiel colega e amigo de Pepe Kallé.

Actualmente reside, em Paris, na França.

Papy Tex com a sua mãe, em Luanda. Imagem do facebook.

Por mais informações sobre o artista o favaor de counsular a seguinte ligação:

Matolu Dode “Papy Tex” ressuscita o EMPIRE BAKUBA, o melhor agrupamento musical africano.

 

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*