Aberta campanha no Uíge de desparasitação com albendazol

Uíge – Quatrocentas e 60 mil crianças em idade escolar vão ser desparasitadas com albendezol, na província do Uíge, durante a campanha aberta segunda-feira, no município do Sanza Pombo, a 155 quilómetros a nodeste da cidade do Uíge, no âmbito de combate as doenças tropicais negligenciadas.

A campanha terá a duração de cinco dias e vai abranger as crianças com as idades compreendidas entre os cinco aos 15 anos, matriculadas ou não numa escola.

Promovida pelo gabinete provincial da Saúde no Uíge, em parceria com a organização não-governamental Mentor Initiative, a campanha visa diminuir as infecções provocadas por algumas doenças tropicais negligenciadas, com realce para a Oncocercose e Shistossomíase.

Ao falar no acto de abertura, o chefe de departamento de saúde pública no Uíge, em representação do director  provincial da saúde, José Alberto da Cunha  Mayelano, disse que a campanha visa encontrar melhores soluções para a redução das doenças, como Oncocercose, filariose infatico.

Frisou ainda que as crianças merecem uma atenção especial, apelando aos encarregados da educação no sentido de aderirem a campanha e evitar desconhecimentos dos efeitos de albendezol.

O coordenador provincial da organização Mentor no Uíge, Ferdinand Djerandouba avançou que a campanha é organizada anualmente pelo Gabinetes provinciais de Saúde e Educação do Uíge e apoiada pela MENTOR com objetivo de libertar as crianças pelas infeções causadas por geohelmintiasses,

Fernand  Djerandomba  pediu igualmente a colaboração das autoridades tradicionais, religiosas e população para com as equipas da saúde, para que a campanha  termine com êxito.

Aconselhou ainda as crianças presentes a observarem as medidas de higiene, lavando primeiras as mãos com sabão antes de comer.

A campanha vai decorrer nos 16 municipios da província do Uíge.

 

Via Angop

Comentário
Fichier hébergé par Archive-Host.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*