Administração Tributária chega ao Songo

Vila municipal do Songo O nosso país tem inúmeros sítios de turismo. A realidade é desta vila do Songo, um dos municípios que compõe o mosaico provincial da terra do bago vermelho(o café). Uíge - Angola. (CF) 2015-08-02

Songo – Depois do Negage, a Administração Tributária (AGT) inaugurou hoje no município do Songo, a 40 quilómetros a norte da cidade do Uíge, um posto fiscal, visando a colecta de receitas fiscais para o Estado.

Na ocasião, o administrador da AGT, Hermenegildo Cardoso Gaspar, destacou a importância dos impostos para o Estado realizar despesas.

Segundo o responsável, os impostos servem para o Estado construir estradas, hospitais, escolas, pontes,  pagar os professores, médicos,  enfermeiros e outros serviços.

“Por isso é que todos nós devemos pagar os impostos do trabalho que fizemos durante o mês e/ou ano, tiramos um bocado para entregar ao Estado para que se possa resolver as várias situações do país. Este é o dever de todos nós, visto que é com o dinheiro de todos nós, de Cabinda ao Cunene, que são resolvidos os nossos problemas”, admitiu.

No posto fiscal, está instalado um balcão do banco Sol, para permitir a abertura de conta bancárias e facilitar o pagamento dos impostos.

Já a vice-governadora do Uíge, para o Sector político, económico e social, Catarina Domingos, pediu à população para cuidar do imóvel ora inaugurado, para que possa corresponder com os objectivos de servir a utentes.

Solicitou aos funcionários da AGT um atendimento a altura para  corresponder com os objectivos pelos quais foram criados.

O posto fiscal inaugurado pelo Administrador da AGT, Hermenegildo Cardoso Gaspar, possui três balcões de atendimento geral, gabinete do chefe da repartição, um balcão Banco Sol e outras dependências.

A propósito, a população do município do Songo manifestou-se satisfeita com a abertura do posto fiscal, poi facilitará o pagamento de impostos localmente sem precisar se deslocar à cidade capital da província, assim como permitirá a abertura de contas bancárias para posteriormente conceder-se financiamento bancário.

O ancião, Nfumu-a-Kiuvu, um dos primeiros a tratar o número de contribuinte, congratulou-se pela rapidez no atendimento e diz ser inédito para ele, adquirir documento de género nesta localidade e apelou aos demais cidadãos para seguirem seu exemplo.

A cidadã Ermelinda José, depois de adquirir também o seu documento, admitiu ter já uma conta bancária mas nunca tinha tratado número de contribuinte e acrescentou que o posto veio facilitar os munícipes que outrora percorriam longas distâncias para tratar o número de contribuinte.

A administradora municipal, Adelina Alexandre Pinto, disse ser uma mais-valia para a população sendo mais um dos problemas que veio dar resposta aos cidadãos locais.

Adelina Pinto aproveitou a oportunidade para solicitar ao Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), para criar condições com vista a abertura da Agência local, a julgar pela necessidade da população.

O município do Songo, possui uma região de 2.800 quilómetros de extensão, com 13 regedorias, 81 aldeias e conta com uma população de 62 mil 362 habitantes, segundo os dados do Censo geral da população e habitação realizado em 2014.

Via Angop

Comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*