Matérias da aldeia piloto de Makanda estragados na sede da Damba

 Por Ricardo Esteves

Uíge, 08/04 (Wizi Kongo) – Destinados para dar arranque ao projecto da aldeia piloto do Makanda, na comuna do Pete-Kusso, município da Damba, 197 quilómetros a norte da sede da cidade do Uíge, os matérias chegaram na sede da Damba há quase um ano (oito meses), isto é, Julho/2021 e, nunca mais conheceram o destino, para isso, mais de 100 sacos de cimentos já transformaram-se em pedra e 150 folhas de chapa de zinco seguem o mesmo fim (estragar).

 A administração da Damba fez a aquisição de vários materiais, através da empresa NOSANJOS, cuja detentora da mesma é a filha da administradora municipal local, Ângela Augusto Cruz e, os mesmos bens desde que foram depositados em um dos armazéns da sede da Damba, nunca mais saíram dai em direcção a comuna do Pete-Kusso, local destinado para dar arranque do aludido projecto-piloto da aldeia Makanda.

Grupos geradores paralisados desde Outubro de 2021

 Na falta de política de manutenção dos grupos geradores, devido as irregularidades no funcionamento da administração da Damba, quatro (4) grupos geradores que forneciam energia eléctrica às instituições do Estado e residências protocolares, encontram-se inoperantes desde Outubro do ano transacto até a data presente.

 

A fonte fidedigna do Wizi-Kongo, em declarações, hoje, sexta-feira, na sede da Damba, disse a este portal que, aquela administradora Ângela Cruz, orientou os técnicos em fazer apenas manutenção do gerador pertencente a Comissão Municipal Eleitora (CME) a fim de fornecer somente a electricidade as instalações da administração, do palácio municipal e a sua residência, deixando de fora a residência do seu colega, no caso, o administrador adjuntos, bem como outras direcções municipais, criando assim, constrangimento no bom funcionamento das tarefas.

Este portal Wizi-Kongo, tudo fez a fim de obter o contraditório da administradora da Damba, mas sem sucesso.

O município de Damba, possui 6.915 Km2 e cerca de 132 mil habitantes, e limitado a norte pelo município de Makela do Zombo, a leste pelos municípios de Sanza Pombo e Buengas, a sul pelos municípios de Bungo e Mukaba e a oeste pelos municípios de Bembe e Kuimba este último pertencente a província do Zaíre. O município da Damba é constituído por cinco comunas nomeadamente pela comuna sede, correspondente à cidade de Damba, e pelas comunas de N´sosso (31 de Janeiro), Kamantambo, Lêmbwa e Pete-Kusso.

Comentário

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.