SAÚDE AUMENTA A LUTA CONTRA À “DOENçA DO SONO”

Por Albertina Miezi 

As acções de combate preventivo contra os vectores da Tripanossomiases (doença do sono) resultaram na captura de mais de 200 moscas, em armadilhas colocadas em locais estratégicos, anunciou o Coordenador do Programa no Uíge.

Nanga João garantiu, para breve, a capacitação dos técnicos de combate a tripanossomíase em matérias de administração dos novos métodos. “Com a adopção do novo sistema de tratamento, administrado por via oral, pretendemos formar mais profissionais para ajudarem a combater a doença nas unidades hospitalares de todos os municípios que ainda são afectados”.

Segundo o especialista, a província do Uíge está bem em termos de medicamentos para a tripanossomiase, que são fornecidos de forma gratuita aos pacientes, internados ou em tratamento ambulatório, por vários dias.

Rosa Pereira João, mãe de Sebastião José de apenas 2 anos, que recupera da doença, diz ter ficado internada com o filho durante 16 dias no hospital provincial do Uíge, para onde chegou evacuado do município de Quitexe. “O menino apresentava um quadro crítico, tendo atingido o ponto de entrar em estado de coma, mas agora estamos a espera da alta médica”.

Via JA

Comentário

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.